| Sobre | O Preconceito- Como Lidar Com Ele?

10:00:00
Preconceito, é uma palavra forte, eu sei, mas é sobre isso que eu venho falar hoje, fiquem aí e leiam!

Sobre

O que entendem vocês sobre "preconceito"?


Existem vários tipos de preconceitos, desde racial ao sexual. Acho que isso é algo óbvio e todos nós sabemos, mas vamos esclarecer melhor isto!

Quando nós vemos alguém na rua, como por exemplo um casal homossexual, muitos pensam "Que giro!", deixem-me fazer-vos uma pergunta:

Mas porque raios, é que vocês dizem que é "giro"?

Ok, eu entendo que achem "louvável", isto pois é raro ver as pessoas do mesmo sexo a namorar, isto em público, ainda existe aquele clima de "desdém", mas "giro"?




Sobre




Giros, são os cães e gatos a brincar, se fosse um casal heterossexual, diriam o mesmo? 

Pensariam sequer em falar desse casal? Ou "estavam nem aí" para eles? Eu gostava que me dissessem o porquê, é sério!
Por vezes, paro, penso um pouco e chego à conclusão de uma coisa: 

Qual é a base do preconceito?

Eu vejo um casal homo na rua, e vou ter com eles, e simplesmente os ofendo, achavam bonito? Eu não, se visse alguém a passar por uma situação dessas, eu entraria em parafuso! O mais provável era dar em excerto de porrada ao agressor, e acreditem que não sairia ileso da briga.

 Mais uma coisa que me chateia imenso, é o facto de algumas pessoas pensarem ter argumentos para defender a homofobia, que a meu ver, é uma merda autêntica, e se tu, que estás a ler isto, és homofóbico, desculpa-me a expressão, mas e que tal ires dar uma volta? 





Sobre



Não arranjem argumentos para algo que é tão simples, se duas pessoas se amam, para quê complicar? 

Para quê arruinar a vida de um casal para dizer que eles simplesmente não podem estar juntos, lembrem-se, quem manda na nossa vida, somos nós, tu, que estás a ler este texto, independentemente da tua orientação sexual, afirma-te, sê tu próprio, não finjas ser outra pessoa.

Odeio, mas mesmo do fundo do coração, atos preconceituosos, sejam eles de tipo forem, isto pois "nós somos como somos" e se não nos aceitam, qual é o problema? 

Não é preciso sermos aceites, precisamos de respeitar e de ser respeitados, afinal de contas vivemos numa sociedade não é? Então para quê isto tudo? 

Eu já vi, pessoas a serem discriminadas na rua, por estarem de mãos dadas, mas afinal, que merda vem a ser esta? É proibido fazer demonstrações de afeto publicamente? Estamos numa ditadura, ou quê?




Sobre


Em relação a outro tipo de preconceito, temos o preconceito da sociedade em relação à roupa, eu dou-vos já um exemplo:

Ontem, estava com a Anne, e com uma outra amiga nossa, elas estavam ambas de saia, e sabem o que aconteceu quando passámos por um grupo de velhos?

Eles ficaram todos "babados" e começaram a mandar piropos, eu passei-me da cabeça, afinal, estamos em 2017, não podemos usar as nossas peças de roupa sem sermos julgados, vaiados ou sermos "comidos" pelos olhos dos outros?



Sobre



Eu chamei tantos nomes aos homens e se elas me tivessem deixado, eu sem dúvida que ia lá falar com eles, mas digo-vos, tive nojo de me considerar "homem", é isto que eu tenho de ser quando crescer? Prefiro morrer até lá, desculpem-me mas é a mais pura das verdades.

Pensava que o que eu sabia sobre a nossa sociedade, ou pensava que sabia, estava correto, mas não, continuamos no mesmo! Preconceituosos, machistas e acima de tudo, mal educados.

Então pessoal, gostaram do post de hoje? Ainda esta semana, vamos ter um post sobre a In Beauty e fiquem atentos ao blogue, só posso revelar isto, até amanhã,


1 comentário:

  1. Concordo com imenso do que disseste... mas nem tudo. Atenção e alerta: não sou de nenhuma forma preconceituosa mas, quando dizes: "Quando nós vemos alguém na rua, como por exemplo um casal homossexual, muitos pensam "Que giro!", Giros, são os cães e gatos a brincar, se fosse um casal heterossexual, diriam o mesmo? " Sim. Diria. Não acho que tenha sido um bom exemplo pois ao longo dos anos não é estranho para nenhum casal ser olhado por - muitas das vezes - pessoas mais velhas e alguém dizer: que giro, que fofo, que bonito. Em relação à roupa, concordo que é terrível quando uma rapariga passa de saia ou o que seja: top, calções e começam os piropos e os olhares de "és uma bela peça". Mas não há como negar que muitas mulheres também fazem o mesmo quando alguém do seu interesse passa. Há várias formas de preconceito, como disseste e muito bem, e acho que um deles é colocar tudo o que é homem ou mulher no mesmo saco ou pensar que as mulheres não se sabem defender sozinhas ou não têm atos mais libidinosos, pois esse tipo de pensamento é que continua a gerar o machismo num ciclo que não para.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.